Lifestyle

Padrões geométricos na decoração: veja como usar!

By  | 

Para quem quer deixar a casa moderna e com visual renovado os geométricos são uma boa opção. Os formatos, desenhos e linhas simples aparecem em cores ousadas em diversos tipos de materiais. Para saber como usar e adaptar melhor ao seu estilo, a gente conversou com o arquiteto e urbanista João Gilberto Braga. Ele ensina tudo para usar os padrões geométricos na sua vida! Vem ver!

banheiro com padrão geométrico vintage

Apesar do gosto atual pelo minimalismo, os padrões geométricos na decoração são uma tendência. Eles surgem junto aos movimentos da moda, para deixar qualquer lugar mais estiloso e bonito. Mesmo ambientes pequenos e com funções variadas podem incorporar a padronagem, que preza pela versatilidade de estilos. “Ambientes de repouso ou de concentração devem evitar os padrões de cores muito intensas e contrastantes. Eles retiram o foco da atividade desejada. São mais adequados  para locais de maior interação social e convivência, como varandas, terraços, cozinhas gourmet e salas.” – ensina João.

Tamanhos

Um fator fundamental está na relação entre o tamanho do ambiente e o tamanho dos grafismos. É preciso que seja respeitada uma distância mínima entre o desenho e quem o vê. Desenhos muito grandes podem ficar deformados de perto. Já desenhos muito pequenos podem ficar ilegíveis em ambientes muito amplos. “É importante analisar o contexto do ambiente e a proximidade entre o usuário e o revestimento para se certificar que o efeito desejado será alcançado.” – explica o arquiteto.

padrões geométricos usados na cozinha

Padrões

Existe uma infinidade de desenhos e cores disponíveis no mercado. Os padrões geométricos precisam seguir duas diretrizes fundamentais: quem é o usuário e como o espaço será utilizado. Segundo João, “geometrias e cores muito marcantes podem não agradar a todos e tendem a ser mais cansativas para quem não se identifica com o estilo”. Quando se pensa em ambientes utilizados por diversas pessoas, cores sóbrias e geometrias regulares são recomendáveis. “Aqueles que buscam um produto com uma identidade mais marcante, o uso de geometrias orgânicas ou abstratas trará ainda mais personalidade” – continua.

Cores

Nas cores, as neutras são clássicas e permitem uma diversidade de formas e materiais. Já quem gosta de cores mais fortes, pode escolher por novos produtos no mercado, que permitem a pintura sobre a padronagem. É uma possibilidade de mudar a cara do ambiente sem necessidade de reformas.  Apostar em cores clássicas e padronagens tradicionais vale a pena, pois elas tendem a dialogar bem com qualquer tendência e não ficam datadas” – complementa o urbanista.

adesivos padrões geométricos banheiro

 

Adesivos

Uma opção mais barata e rápida é apelar para os adesivos. Existem novos materiais que são resistentes e de fácil aplicação, com uma infinidade de cores e padrões geométricos. Você mesmo pode aplicar os desenhos em áreas diferentes da casa. Apenas fique atento para que os desenhos fiquem alinhados e que não forme bolhas no momento de aplicação. E João dá uma dica: “Não é aconselhável o uso de adesivos em áreas que terão contato direto com água. A base de aplicação deve estar plana, caso contrário, as marcações poderão ficar aparentes na superfície.”

Para usar sem medo

Segundo o arquiteto, as padronagens que imitam tijolinhos são atemporais e fáceis de agradar diferentes estilos. Exitem vários fabricantes que fazem versões destes clássicos, desde as mais modernas até as mais tradicionais. Uma boa dica para quem está começando é escolher uma área menor para a aplicação dos padrões geométricos. Utilizar iluminação específica para o revestimento realça luz e sombras da superfície, realçando os relevos. Assim você pode ter cenários bem diferentes com o mesmo ambiente, apenas alterando a sua iluminação.

padrões geométricos quarto de bebê

Use com moderação

Os padrões geométricos já aparecem em almofadas, itens de decoração e até eletrodomésticos. Você pode, por exemplo, adesivar uma padronagem na sua geladeira ou na porta de um móvel antigo (veja aqui um vídeo). Para ambientes menores, pode ser uma boa opção de personalização. E sempre tem a possibilidade de usar a pintura tradicional. É só usar fita crepe e ousar na criatividade misturando cores. Pronto, ambiente novinho e na última tendência da moda!

E aí? Está pronto para aplicar a geometria na decoração e deixar tudo mais bonito? 

Erisson Rosati é jornalista, especializado em moda e beleza. Já atuou em grandes veículos como Portal IG, TOP Magazine e Cabelos e Cia. É assessor de imprensa e professor de cursos livres da Universidade Belas Artes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: