Cultura POP

Nunca Jamais: Confira a resenha da segunda parte da trilogia!

By  | 

Pense que um dia, ao acordar, você não lembra mais da pessoa que era o amor de sua vida. É assim que começa a segunda parte da aclamada trilogia Nunca Jamais (Never, Never), de Collin Hoover. A escritora, que é um sucesso de vendas, conta com a participação de Tarryn Fisher para um livro empolgante. E que vai fazer você se apaixonar.

nunca jamais parte dois capa

Tudo começa com “Charlie Wynwood” e “Silas Nash”. Melhores amigos desde a infância, viraram completos estranhos. Tudo aquilo que marcou o relacionamento deles, o primeiro beijo, a primeira briga e até o momento em que se apaixonaram desapareceu. Nenhum deles tem a menor ideia do que acontece e em quem podem confiar.

Os dois partem numa busca incessante para descobrir quem era e o que aconteceu com eles. Silas desperta com uma carta, escrita por ele mesmo, que é o ponto de partida de sua investigação. Ele sabe que Charlie está viva e que precisa encontrá-la logo. Por outro lado, Charlie acorda no quarto do que parece ser um hospital psiquiátrico.

Veja também  Antenor Bar e Restaurante: reduto da boêmia na Lapa!

A trama se desenrola de forma rápida, o que ajuda a manter o ritmo do livro. Collin Hoover sabe criar um clima romântico, sem ser piegas. É dela o sucesso editorial “O lado feio do amor”, que teve seus direitos vendidos para o cinema recentemente.

Tarryn Fisher tem um lado de suspense que agrada. Ela é conhecida pela trilogia “Amor e Mentiras” e sabe “amarrar” a história como poucos. Em um primeiro momento a trama pode parecer confusa, principalmente para aqueles que não leram o primeiro volume. Por começar direto no “meio da ação” você leva algum tempo para entender o que está acontecendo. O que é resolvido depois de algumas páginas. 

O grande trunfo de Nunca Jamais está justamente no redescobrimento. Ao se unir, o casal passa a redescobrir seu passado e, com isso, as verdades menos interessantes. Como traições e o ódio entre suas famílias. Ao mesmo tempo que se deparam com momentos de amor verdadeiro. Com isso, quanto mais se conhecem e se lembram, mais existe espaço para uma dúvida: será que realmente se amam?

Veja também  Cachoeiras desertas pelo Brasil para você conhecer já!

A atração entre ambos é inegável. Charlie mantem um pé atrás o tempo todo e se mostra uma personagem mais arredia. Já Silas faz o bom moço apaixonado, aquele que quer proteger a amada de tudo e de todos (um pouco sufocante até).

Se você procura por uma estória de amor leve, mas com um lado de ação, suspense e aventura, você achou! Nunca Jamais garante boas horas de entretenimento para os jovens. Justamente por não ser longo e ter um bom desenvolvimento, deixa gostinho de quero mais. Aí é esperar para ver o que nos reserva o capítulo final dessa trama.

E aí? Vai arriscar folhear o livro e saber mais sobre esse casal esquecido?

Nunca Jamais –  Editora Galera/ 144 p. / R$ 29,90

 

Erisson Rosati é jornalista, especializado em moda e beleza. Já atuou em grandes veículos como Portal IG, TOP Magazine e Cabelos e Cia. É assessor de imprensa e professor de cursos livres da Universidade Belas Artes.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: