Cultura POP

O mistério do gato chinês: veja a resenha do filme!

By  | 

É comum que muitos filmes comecem com grandes sequências, grandiosas, feitas para impressionar e fisgar o espectador nos primeiros minutos de filme. Com ” O Mistério do Gato Chinês”, lançamento da PlayArte Pictures que chega aos cinemas dia 25 de Julho, não é diferente. Os primeiros 5 minutos do filme vão te fazer grudar os olhos na tele e servem para deixar qualquer um intrigado sobre o desenrolar dos fatos. Mas o que impressiona no filme e o faz diferente dos outros é como ele consegue usar de mudanças drásticas na narrativa para causar essa sensação de euforia, encantamento e curiosidade em vários outros momentos da estória.

O Mistério do Gato Chinês é uma super produção. Literalmente. Dirigido por Chen Kaige, um dos maiores nomes do cinema na China, responsável pelo clássico “Adeus, Minha Concubina” (1993), carrega um investimento milionário. Foram gastos mais de 200 milhões de dólares, ao longo de cinco longos anos para tornar o projeto real. E o investimento se justifica. O filme foi gravado em uma cidade cenográfica especialmente construída, para trazer o máximo realismo às cenas. O nível de detalhamento realmente impressiona e o resultado é uma obra esteticamente perfeita.

cartaz do filme o mistério do gato chinês

A estória começa quando um monge japonês é convocado ao palácio imperial para desvendar uma série de assassinatos misteriosos. Um poeta se une ao religioso em busca de informações e na tentativa de salvar da morte os membros da alta corte. A situação atinge o ápice quando a esposa de um general é possuída pelo suposto responsável pelos crimes – um gato demoníaco. A dupla precisará voltar ao passado da China, conhecer a estória por traz da morte de uma bela concubina, juntar as peças do presente para poder salvar o futuro do país.

filme o mistério do gato chinês

Ao unir suspense, terror, magia, história e romance o filme consegue, de forma surpreendente, não desandar. E por mais que possa parecer absurdo, o gato do título não chega a ser o mais importante. O felino é fundamental para integrar a trama e ligar todos os fatos, mas o que se revela é algo muito maior. Uma mistura de culpa, traição, guerra…tem de tudo um pouco. É uma bela estória, que busca homenagear as raízes do império chinês, com uma boa dose de amor e magia.

Toda a trama acontece há mais de mil anos, durante a dinastia Tang e busca rever a existência (real) da Sra. Yang. Como fica fácil de prever, os figurinos, cenários e produção são impecáveis e esbanjam opulência. Aliás, um traço forte no cinema Chinês está nessa qualidade visual impecável e luxuosa. São muitos detalhes preciosos, riquíssimos e bem trabalhados que transformam cada frame em uma pintura. Em partes, a grande responsável por esse resultado é a fotografia extraordinária.

filme o mistério do gato chinês

O diretor usa e abusa dos efeitos visuais para falar da ilusão. A fronteira entre o que é verdade ou uma criação de nossa imaginação é uma das bandeiras da obra. O que se expressa também na narrativa, não linear, cheia de pequenas estórias paralelas, que podem causar estranhamento aos espectadores acostumados com a narrativa de Hollywood. O Mistério do Gato Chinês não busca apenas contar uma boa estória. Ainda que o faça, ele pretende questionar a própria arte do cinema, a linha entre real e o ilusório e usa de todo o poder da imagem e de uma série de reviravoltas para encantar e manter a atenção do público.

filme o mistério do gato chinês

Depois de O mistério do gato chinês você nunca mais vai ver seu gatinho de estimação da mesma forma! Imperdível!

Erisson Rosati é jornalista, especializado em moda e beleza. Já atuou em grandes veículos como Portal IG, TOP Magazine e Cabelos e Cia. É assessor de imprensa e professor de cursos livres da Universidade Belas Artes.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *