Cultura POP

Top clipes mais polêmicos de Madonna!

By  | 

Pode até ser que a galerinha com menos de 20 anos não conheça muito sobre a extensa obra de Madonna. Mas com certeza já ouviram falar do seu nome envolvido em polêmicas. A diva pop já foi sinônimo de rebeldia e sua atitude e sua música mudaram uma geração. Como um dos nomes mais influentes no cenário pop durante quase 3 décadas, Madonna fincou um novo modo de pensar, ser e agir que, até hoje, é copiado pelas novas cantoras. E é por isso que resolvemos fazer um compilado dos clipes mais polêmicos de Madonna

os clipes mais polêmicos de madonna vogue

E não pense que ela sossegou não. Madonna continua mais ativa do que nunca. Ainda que não tenha a mesma popularidade de antes com os mais jovens, ela mantém um coração rebelde. Aliás, esse é o nome do seu último álbum, que traz várias participações de nomes da nova leva de artistas pop (veja aqui fotos da gata em 2017!). Os anos podem até ter enferrujado um pouco o estilo da Rainha para “causar”, mas é inegável a sua contribuição para a realidade que vivemos hoje. Abaixo, você confere 5 clipes mais polêmicos de Madonna, onde ela foi mais Madonna do que nunca. Ou seja, fez aquilo que ela sabe de melhor: polemizou e balançou a ordem social. Afinal, não é esse o papel do artista? Vem ver!

01 – Like a virgin (1983) – Um verdadeiro clássico da música. Com o visual de noiva rocker, que encantou a moda da época, Madonna desfila por Veneza. E traz uma canção que fala do amor de uma jovem inocente por um homem mais velho, que a faz descobrir os prazeres da luxúria. Na época, a música foi um alvoroço e hit certeiro entre os jovens. E olha que o clipe foi bem comportado para os padrões da cantora!

02 – Like a Prayer (1989) – Aqui o lado religioso de Madonna falou alto. Como boa garota criada no catolicismo, ela traz uma narrativa que mistura racismo, opressão, estupro, violência policial e Jesus. E ainda tascou um beijo na boca de um Jesus negro. Sim, o mundo veio abaixo e a fofa foi ameaçada de excomunhão pela Igreja Católica! O fato é que a canção e o clipe foram um dos maiores sucessos da gata. Na época, ela perdeu um patrocínio da Pepsi, que desvinculou seu nome da cantora para evitar críticas negativas.

03 – Justify My Love (1990) – Madonna começa a experimentar um dos temas que iriam marcar sua imagem: sexo! Ela faz uma mulher que invade um “hotel”, onde pessoas praticam diferentes modalidades de prazer. E, claro, ela se entrega ao ritmo e participa da festinha. É uma verdadeira celebração ao prazer feminino e ao sexo casual. E ainda tinha beijo lésbico!

04 – Erotica (1993) – Muito sexo! Madonna entra na fase que a tornou símbolo da liberdade sexual. Erótica fala de todo tipo de fantasia sexual que se possa imaginar. Em tons de sépia e preto e branco, a cantora explora o universo do sadomasoquismo. O clipe tem versões diferentes, algumas delas, proibidas em diversos países. Aliás, o álbum Erótica vinha com uma advertência para os pais sobre conteúdo impróprio para menores. Se esse não é um dos clipes mais polêmicos de Madonna, o que poderia ser?

05 – American pie (2000) – Não é segredo que os gays sempre adotaram Madonna como um ícone. Nada mais justo do que uma homenagem da cantora ao seu público. Ela revista o tema em vários momentos da carreira, mas em American Pie a diversidade é centro das atenções. A música, um clássico americano, ganhou clipe com bandeira do arco-íris e com o astro britânico Ruper Everett, um dos primeiros a assumir-se abertamente gay em Hollywood. (leia aqui entrevista dele sobre o tema!). Com certeza, um dos clipes mais polêmicos de Madonna que abalou a sociedade patriarcal!

06 – American Life (2003) – Agora, a metralhadora de Madonna se vira contra o então presidente americano, George Bush. Ela faz um clipe que ironiza o sonho de vida americano com uma forte crítica a guerra do Iraque, iniciada pelos EUA. Além de cenas de crianças refugiadas e feridos de guerra em um espetáculo de moda, Madonna tira sarro do presidente. Um sósia de Mr. Bush aparece no curta, que também ganhou várias versões. Na mais conhecida, ele é ridicularizado no final. Na mais pesada, ele explode na platéia. Claro que este vídeo foi proibido e rendeu a Madonna um voto de persona non grata nos EUA, durante um bom tempo! Ela lançou em seguida uma versão light do clipe, em que canta em frente das bandeiras de vários países.

07 – Forbidden Love (2004) – Apesar de não ser exatamente um vídeo, a performance de Madonna de Forbidden Love na turnê “Confessions on the Dancefloor” merece menção na lista de clipes mais polêmicos de Madonna. Depois de cantar Live to Tell presa em um crucifixo encarnando Jesus Cristo, ela traz um casal fora do comum para o palco. Com delicadeza e uma linda coreografia ela fala do amor entre dois homens, mas com um detalhe: sendo um deles palestino e outro israelense. É lindo de se ver! E, claro, recebeu críticas em Israel, mas quem liga? Ela, com certeza, não!

E olha, essa listinha foram só os momentos mais desafiadores. Madonna é uma artista que coleciona escândalos e que não está para brincadeira. Ela agitou e ainda deve agitar o cenário da música. Tomara!

Agora que você conhece um pouco mais, qual seu clipe preferido de Madonna?

Erisson Rosati é jornalista, especializado em moda e beleza. Já atuou em grandes veículos como Portal IG, TOP Magazine e Cabelos e Cia. É assessor de imprensa e professor de cursos livres da Universidade Belas Artes.

1 Comment

  1. Pingback: Madonna + The Breakfast Club: documentário chega ao cinema - POP MAG

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *